Você está em: Inicial » Angola // Brasil // Cabo Verde // Curiosidades // Galiza // Goa, Damão e Diu // Guiné-Bissau // Macau // Matérias Especiais // Moçambique // Países // Portugal // São Tomé e Príncipe // Timor Leste » Dinheiro falso verdadeiro : Alves Reis

Dinheiro falso verdadeiro : Alves Reis

Dinheiro falso verdadeiro: Alves Reis  

 

                 Uma história fantástica, mas verdadeira, de falsificação de dinheiro é a do Homem que Roubou Portugal (título do livro de Murray Teigh Bloom, editado pela Livraria José Olympio em 1966) que conta a história de Artur Virgílio Alves Reis (1896-1955), o português que fundou o Banco de Angola e da Metrópole e entre 1925 – 1932 conseguiu que uma das empresas britânicas que imprimia dinheiro para Portugal, a Waterlow & Sons, fizesse várias emissões clandestinas para o seu banco. Quando o golpe foi descoberto, o Banco de Portugal acionou na Justiça britânica e a firma inglesa foi condenada.  

               Alves Reis e três outros cúmplices planejaram nada menos que a emissão de moeda corrente portuguesa, autêntica, em seu próprio benefício. De maneira inacreditável, persuadiram a famosa firma impressora de papel-moeda, em Londres, a utilizar-se de matrizes autênticas do Banco de Portugal, para fabricação de dinheiro por eles encomendado. Um ano após, antes de serem apanhados, os quatro piratas haviam conseguido obter 580.000 cédulas com valor declarado equivalente a cinco e meio milhões de dólares, correspondendo à sexta parte das reservas totais de Portugal em papel-moeda, em cédulas de 500 escudos. O objetivo final era ambicioso: o controle do Banco de Portugal e o domínio financeiro total do país. A ironia final é que os únicos perdedores foram Reis,  seus companheiros e os impressores britânicos. As finanças portuguesas se beneficiaram consideravelmente com a fraude, ajudando a superar a crise econômica mundial advinda da quebra da Bolsa de Nova York.

Deixe um comentário





Voltar à página anterior Imprimir esta página

Patrocinadores

  • logo_aa

Design e Desenvolvimento - MagicSite Internet Solutions